Scroll Top

Gestão Comercial

Hora de buscar alternativas ao emissor NF-e da Sefaz

A Sefaz-SP (Secretaria de Fazenda de São Paulo) e de outros estados anunciaram que vão parar de atualizar o sistema emissor NF-e (nota fiscal eletrônica) a partir de 1º de janeiro de 2017. Desde 18 de abril, usuários passaram a encontrar a [...]

A Sefaz-SP (Secretaria de Fazenda de São Paulo) e de outros estados anunciaram que vão parar de atualizar o sistema emissor NF-e (nota fiscal eletrônica) a partir de 1º de janeiro de 2017. Desde 18 de abril, usuários passaram a encontrar a informação na página inicial do site do órgão. Na prática, isso significa que é hora de buscar outra opção para emitir suas notas fiscais eletrônicas de produto e CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico).

Segundo a Sefaz, a decisão se baseia no fato de que boa parte das empresas tem adotado outros tipos de solução para emitir suas notas eletrônicas.

O aplicativo gratuito era oferecido desde 2006, criado para apoiar a migração para o padrão eletrônico das notas. O programa da Sefaz era conhecido por ser pouco recomendado para empresas que tiram um volume elevado de notas, por exigir redigitação de cada campo, nota por nota.

Ainda de acordo com o órgão, 92,2% do volume de NF-e é tirada por soluções próprias. No caso do CT-e, o montante chega a 96,3%. Nesse contexto, a partir de 1º de janeiro de 2017, o download não será permitido.

A recomendação da própria Secretaria é de que as empresas que usem o aplicativo procurem alternativas para gerar suas notas. O programa continuará a funcionar para quem tiver a ferramenta instalada, mas caso haja alguma mudança de regras na validação de NF-e ou de CT-e, esse uso ficaria comprometido.

Pensando nisto a controldinformatica saiu na frente e oferece ao mercado um solução completa de sistema de gestão e emissão de nota fiscal para sua empresa, além de um sistema completo de controle de estoque,vendas,cadastros e relatorios, entre em contato agora e implante na sua empresa.

Fique Atualizado!

CONTROLD INFORMATICA

Sobre o autor

Saiba Quem Somos Saiba mais!

Comentários

Interaja com o nosso conteúdo, deixe seu comentário sobre o assunto!

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: